Stand up no bodyboard com Danny Kim

STAND UP BODYBOARD
STAND UP BODYBOARD
STAND UP BODYBOARD

Olá, o meu nome é danny kim e já tive algumas pessoas a perguntarem-me como me levantar num body-board, estou aqui para vos ensinar as noções básicas de como o fazer. Assim, vou entrar na área de como me levantar no bodyboard e como se deve levantar e tentar levantar-se. É apenas uma coisa básica, mostrando-vos como o fazer, e espero que isso vos ajude a familiarizarem-se para se levantarem num bodyboard.

Primeiro de tudo, quando se deita num bodyboard, especialmente a minha prancha é um pouco mais longa e você deita-se na prancha: não suba muito, porque está a mergulhar com pérolas, por isso, tipo, volta para trás só para se dar um pouco de espaço do nariz e, depois, pode usar isto para, tipo, obter um ponto de referência, hum, quando está a remar para uma onda. A questão importante é onde está a colocação do pé, e vou mostrar-lhe que quando me levanto pela primeira vez desde que sou um pé pateta, coloco o meu pé na parte de trás da cauda e na direcção do trilho exterior da prancha. Portanto, a colocação do pé é muito importante e quando se levanta pela primeira vez numa onda está a usar o pé interior apenas para o ajudar a agarrar melhor a onda e depois, quando se fazem certas manobras, começa-se a trocar o pé, especialmente para as costas cortadas e outras coisas, mas como não tem skags, o pé de costas é o foco principal, especialmente porque este é o trilho interior e ajuda a agarrar-se ao trilho, ou seja, a agarrar-se à onda. Por isso é muito importante que a colocação do pé seja muito importante, especialmente quando se levanta num bodyboard.

STAND
STAND

Colocação
Não tem skags, pelo que o seu trilho interior é o que o vai segurar na onda em comparação com o seu pé dianteiro e depois, quando faz outros movimentos, depois muda o seu pé para diferentes partes da prancha. Mas esta é a posição básica quando se descola numa onda, especialmente se for pateta, pois é a posição certa, seja qual for a sua frente. O seu pé da frente vai ser mais para a parte superior do nariz e o seu pé de trás vai ser mais através da cauda e precisa de compreender isto, porque é isto que o vai manter dentro da onda. O seu pé de trás? O seu pé de trás é a coisa mais importante. Isso vai prendê-lo e depois vamos entrar mais nas outras partes da colocação do pé. Mas esta é basicamente a postura que deve ser ou o seu pé normal ou o seu pé pateta. O seu pé de costas precisa de ser a ponta da cauda da prancha, e é isso que sabe, o que o vai segurar na onda, porque não temos skags e é o trilho que o vai segurar, para que ao remar, ao levantar o pé de costas, vá sempre para a cauda de trás da onda.

Você vai remar quando se levantar
Refiro-me ao conselho de administração, que lamenta por isso um. Isto é muito importante porque esta parte da prancha vai prendê-lo à onda. Se colocar, se o seu pé, se colocar o seu pé em outros lugares, não terá muito sucesso porque vai deslizar para fora. Mas se colocar o pé na direcção da cauda traseira da prancha, isso vai ajudá-lo a segurar melhor porque não temos skags. Portanto, esta é apenas a parte básica de um pé em pé num bodyboard e teremos mais um pouco mais de coisas a acrescentar-lhe. Mas isso são apenas as coisas básicas com as quais eu queria partilhar. É a colocação dos pés, como remar e como se levantar. Portanto, mais uma vez, ao remar para a onda, não se quer estar muito à frente porque se vai mergulhar de nariz. Por isso, queres estar mais centrado na prancha e, ao remares, queres ter a certeza de que o teu pé de trás está na extremidade da cauda da prancha, na calha interior, e isto vai-te prender à onda.

Voltar
O seu pé da frente é importante, mas não tão importante como um pé de trás. O seu pé de trás é como o seu skag. Vai segurar-te dentro dele, é um carril, esta mão. Isso é como na onda na face da onda e este carril vai mantê-lo dentro da onda, se colocar o seu pé demasiado longe neste caso, não vai, não vai deslizar, não vai segurar o carril que precisa de segurar.

STAND-UP-IN-BODYBOARDING
STAND-UP-IN-BODYBOARDING

E isto
Portanto, lembre-se sempre que ou o pé pateta ou o pé normal, o seu pé traseiro é o mais importante para o segurar na onda até à confortabilidade e condução.

Click to rate this post!
[Total: 1 Average: 5]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste sítio, está a concordar com a nossa utilização de cookies.