Port Macquarie Bodyboarding vence o Desafio de Equipe de 2009

joebourke

Port Macquarie Bodyboarding vence o Desafio de Equipes de 2009

O Desafio de Equipe de 2009, patrocinado por No Clones e Aussie Home Loans Port Macquarie, aconteceu no sábado e domingo em condições modestas, mas decentes, em Lighthouse Beach. No primeiro dia houve ondas pequenas, mas decentes de 3 pés, que ainda deixaram muitas opções para a ação competitiva.

O segundo dia foi um pouco mais curto, mas ainda ofereceu a pequena esquerda e direita úteis que resultaram em alguns valores de onda impressionantes. Mais uma vitória impressionante para os Port Macquarie “australianos”, liderados por Jon Capilli e Damian King, contra uma forte equipa da Gold Coast.

No meio da partida, o Newcastle Solid Team tinha uma vantagem de dois pontos de 44 na frente do Port Stephens em 42º lugar com o Port Aussquie “australianos”. John Cruickshank, do Solid, foi um jogador excelente, que conseguiu vários barris em uma única rodada e marcou 19 dos 20 pontos possíveis. Cruickshank é um verdadeiro companheiro de esportes. Foi ótimo vê-lo em uma forma tão fantástica.

Nathan Graham, do Port Stephens, era virtualmente imparável na divisão Drop Knee, mas foi um esforço difícil de Nathan Pope e dos outros contendores da Gold Coast que realmente lhes deu a chance de ganhar o título até a rodada final.

Foi ótimo ver o antigo Challenger Dean O’Neil retornar à ação após ter sido chamado à aposentadoria parcial. O’Neil teve um desempenho muito bom em condições pequenas. O desafio da equipe realmente dá aos competidores mais velhos a chance de mostrar aos mais jovens como fazê-lo.

No final, foi a consistência dos “australianos” de Port Macquarie que os trouxe de volta. Apesar de não terem vencido todas as baterias, eles geralmente terminaram em segundo lugar e eventualmente acumularam pontos para vencer o evento de dois pontos na Costa do Ouro.

Blake McKenzie e Beau Nutley foram verdadeiros pacotes surpresa para os “australianos” do Porto, que se saíram bem e venceram as mangas. Liam McLennan também surfou muito e, com Jesi Robinson, consolidou o resultado final dos “australianos”.

Robinson teve uma rodada final muito boa que conquistou o título em mais um desafio competitivo e bem administrado por equipes.

O clube anfitrião, PMBA, é muito grato ao No Clones T Shirt Designs e, claro, ao Aussie Home Loans por seu apoio. Os artesãos locais de bodyboard TURBO também ganharam grandes prêmios, assim como as lojas Innervision e Saltwater Wine Surf e a Riptide Magazine.

Esperamos que no próximo ano possamos ganhar mais equipes para aquele que é indiscutivelmente o evento de equipes mais rico e competitivo do mundo.

Resultados finais

Port Macquarie “Aussies”: 86
Gold Coast “84
Fest (Newcastel) 79
Port Stephens 78
Promontório 64
Sydney 59

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste sítio, está a concordar com a nossa utilização de cookies.