O bodyboarder brasileiro morre em Puerto Escondido

rafaelpiccoli

Um bodyboarder brasileiro morreu enquanto surfava em Puerto Escondido, Oaxaca, México.

Rafael Piccoli, um homem de 38 anos de Florianópolis, surfou grandes ondas na famosa Playa Zicatela em Puerto Escondido.

De acordo com relatos locais, o bodyboarder começou com uma onda de 3 metros para a esquerda, foi surfado mas não conseguiu sair e foi atingido.

Seu corpo foi encontrado mais tarde nadando em Playa Marinero, 200 metros ao norte do oleoduto mexicano, aparentemente atingido por uma corrente.

As equipes de resgate ainda estavam tentando trazer Piccoli de volta à vida, mas não conseguiram reanimá-lo.

Férias na praia imprevisíveis

A julgar pelos graves ferimentos na cabeça e no pescoço, Piccoli pode ter atingido o fundo do oceano e se afogado durante a destruição.

“É uma pena que você perdeu um irmão do oceano. Você morreu fazendo o que mais amava e você fez isso em uma grande onda”, disse Edwin Morales, fotógrafo profissional e amigo de Piccoli.

“Jamais esquecerei o que você nos disse: você não conseguia dormir porque tinha medo de pegar aquelas ondas. Só Deus conhece nosso destino.”

Puerto Escondido são férias na praia selvagens e às vezes imprevisíveis. Quando as grandes ondas atingem os bancos de areia locais, o lugar cria enormes ondas tubulares que se chocam com águas extremamente rasas.

Ainda não é certo se a vítima foi usa um capacete.

Rafael Piccoli também era um ávido entusiasta do kitesurf e adorava viajar em busca das ondas perfeitas.

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste sítio, está a concordar com a nossa utilização de cookies.