Da favela ao bodyboard: a comovente história de Sócrates Santana

socratessantana

Para muitos, ele era um completo estranho. O novo campeão mundial do APB Pro Junior World Tour 2015 vem de uma situação social difícil e trabalhou seu caminho para abrir uma nova esperança para milhares de jovens talentos do bodyboard.

Seu nome é Sócrates Santana. Ele nasceu em 22 de novembro de 1998 no Rio de Janeiro, Brasil. Ele pegou sua primeira onda aos nove anos, em Copacabana.

Santana sempre morou na praia da favela Pavao-Pavaozinho. Seus pais administravam um pequeno negócio que alugava cadeiras de praia e vendia água de coco e bebidas.

Inicialmente competiu em competições locais, mas rapidamente entrou no cenário regional e nacional de bodyboard para ganhar títulos e ganhar experiência. Em 2013, Sócrates foi sagrado campeão brasileiro de bodyboard Sub-16.

Um ano depois, em 2014, Sócrates Santana participou de seu primeiro desafio internacional. O jovem terminou em 17º e fechou contrato com Guilherme Tâmega e suas pranchas GT.

O Posto 5 é sua cidade natal. Mas Santana também adora jogar futebol e navegar na Internet. O piloto amador foi confirmado nos ISA World Bodyboard Games 2016, no Chile. Até onde ele irá? Só o tempo pode dizer.

Sócrates Santana: membro do Favela Storm |  Foto: Alex Diaz / APB

Sócrates Santana, apelidado de “Doutorzinho”, é um dos principais integrantes, ao lado de Matheus Bastos, do “Favela Storm”, movimento informal criado para sensibilizar e apoiar quem vive em condições de extrema pobreza, mas deles . uma jornada pelo crime, drogas e violência.

Você verá mais Sócrates Santana nos próximos anos. Ele prometeu continuar estudando e aprendendo inglês. O campeão “Favela Storm” participará novamente do APB Pro Junior World Tour 2016.

“Estou muito feliz pelo título. Foi uma luta dura, mas valeu a pena. Quero agradecer a Deus, a todos que me apoiaram e a todos os brasileiros que me apoiaram”, disse Sócrates Santana na chegada. retorno ao Rio de Janeiro.

“Tem sido uma jornada incrível. Fiz novos amigos e [Puerto Rico] é um lugar espetacular. Minha motivação crescia a cada corrida e quando venci as semifinais me disseram que era o campeão mundial. Eu não podia acreditar. Foi muito especial. “

“Favela Storm” é o sindicato dos surfistas da comunidade. Queremos mostrar que somos capazes de tudo, mesmo começando de baixo, mantendo a humildade e representando bem a nossa comunidade. O Pavão-Pavãozinho tem milhares de pessoas com muito. Porém, muitos deles não têm a oportunidade de sair e mostrar o que sabem fazer. “

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste sítio, está a concordar com a nossa utilização de cookies.