A importância de Viana do Castelo na história do bodyboard profissional

ardabeachwave

Viana do Castelo está localizada no noroeste de Portugal e é uma cidade costeira tranquila rodeada por muitos beach breaks e poucos point break.

A região alberga também um dos melhores e mais procurados spots de windsurf e kitesurf da Península Ibérica: a Praia do Cabedelo.

Aqui, os entusiastas dos esportes aquáticos também podem melhorar suas habilidades técnicas e de preparação física no Surf High-Performance Center, um campo de treinamento ecológico de alta tecnologia com quartos, consultório médico, massagem, salas de recuperação, salões de beleza, etc.

Do ponto de vista do surf, as praias do norte de Portugal sempre foram subestimadas e pouco exploradas.

Surf Clube de Viana: o motor

Mesmo assim, a associação de Viana com o bodyboard data de longa data, em meados dos anos 1990.

Em 1994 e quatro anos após a abertura das primeiras escolas de surf e bodyboard em Portugal, o Surf Clube de Viana (SCV) conseguiu organizar a primeira digressão mundial fora do Havai.

Na verdade, durante os dias dos Campeonatos Internacionais Morey Boogie Bodyboard Pro (1982-1994), o evento ocorreu antes do GOB, IBA e APB World Tours.

Praia da Arda: uma praia paradisíaca com vários picos |  Foto: após Mané / SCV

“No ano passado o Viana Surf Club organizou com sucesso uma etapa do ASP World Tour. O bodyboarding cresceu e decidimos apostar num evento para o Mundial”, disse o Diário de Notícias Guilherme Bastos, ex-presidente da associação portuguesa de surf.

“Custou-nos o equivalente a 50 mil euros. Era uma fortuna na altura e foi integralmente custeado pelo concelho de Viana do Castelo.”

O evento de “demonstração”

Guilherme Tâmega venceu a primeira competição internacional de bodyboard e foi campeão mundial no final do ano.

Em 1994, o Tâmega tornou-se o primeiro bodyboarder brasileiro a conquistar um troféu mundial de bodyboard. O ano também marcou uma virada na era do reinado de Mike Stewart.

No entanto, a criança prodígio de Copacabana ainda não havia vencido um concurso “oficial”.

“Para nossa surpresa, fomos informados de que o evento de Viana não estava incluído no ranking da volta ao mundo. Foi apenas uma ‘demonstração’, uma competição”, revelou Bastos.

Viana do Castelo, 1995: Guilherme Tâmega cumprimenta adversário |  Foto: SCV

Mas a história estava a despontar e em 1995 o GOB World Tour inaugurou um novo período no bodyboard profissional, quando Viana do Castelo entrou no calendário oficial como uma das mais prestigiadas competições europeias.

Três anos depois, em 1998, a cidade portuguesa seria também incluída no programa European Bodyboard Tour (ETB), tornando Viana uma das capitais mundiais do bodyboard.

“A ligação entre Viana do Castelo e o bodyboard é histórica visto que foi o primeiro evento do tour mundial fora do Havai,” disse Terry McKenna, director do APB World Tour.

“Mas a beleza deste lugar e a qualidade das ondas locais também são extremamente benéficas para uma competição como esta. A equipe por trás do SCV é uma das mais profissionais com quem trabalhamos no APB World Tour.”

Hoje, o Campeonato do Mundo de Bodyboard de Viana realiza-se na Praia da Arda perto de Afife, a apenas seis quilómetros do centro de Viana do Castelo.

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste sítio, está a concordar com a nossa utilização de cookies.