A cunha portuguesa é ideal para bodyboard

portuguesewedge

E se houvesse outro The Wedge? Um grupo de bodyboarders diverte-se num pico invulgar algures no norte de Portugal.

Nós já sabíamos disso norte de portugal oferece muitas possibilidades para o surf. Apesar da agitação em torno da Ericeira, Peniche e Nazaré, a verdade é que a região Norte continua a bombar ondas de grande qualidade.

A altura da mola ideal para este canto mágico é variável, pois depende da qualidade da restinga naquele momento. Ondas do oeste (ligeiramente ao norte) tendem a produzir ondas de melhor formato. Os ventos do leste do nordeste ou do leste são as melhores opções para este pico incrível.

Quando as estrelas se alinham – uma ondulação longa, ventos suaves no mar e marés perfeitas – tudo funciona perfeitamente. Foi um dia de outubro bem agitado e houve ação ininterrupta o dia todo. Uma coisa rara aqui, já que o vento geralmente vira de lado por volta do meio-dia.

A sessão contou com alguns grandes nomes da cena de bodyboard portuguesa. Bogdan Goleminov, Hugo Maduro, João Veloso, Daniel Barros, Filipe Ribeiro, Gonçalo Pina e João Paciência mostraram o seu retorno aéreo, inversão, rotação aérea para a frente e grandes quedas.

Manuel Centeno, recentemente sagrado campeão nacional de bodyboard pela décima vez, está a recuperar de uma lesão mas ninguém sabia disso pela forma como surfou. Gonçalo Pitaça não tem surfado muito ultimamente e esta sessão foi uma reviravolta incrível.

Onde exatamente fica esse lugar? Se você prestar atenção ao meio ambiente, você consegue. E lembre-se, há muitas joias à sua espera no norte de Portugal.

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste sítio, está a concordar com a nossa utilização de cookies.